IMG_2091
IMG_2091IMG_2095Alfarroba 1

ALFARROBA (Ceratonia siliqua L.)

$5.00

Planta em vaso, com altura aproximada 30cm.

O produto vem com vaso em barro em cor natural.

Para grandes quantidades, contacte-nos.

100 em stock

Descrição do Produto

Sendo uma espécie altamente resistente à seca, a alfarrobeira está bem adaptada às condições edafoclimáticas da região Mediterrânica. Portugal é um dos três principais países produtores de alfarroba. Seca ou torrada, a alfarroba, suavemente doce, pode ser utilizada como um substituto para o chocolate, na confecção de bolos e xaropes. A semente é utilizada sobretudo para a extração de goma tendo variadas aplicações industriais, particularmente no sector alimentar como espessante, estabilizante, emulsionante, na alimentação animal. É igualmente importante para produtos biológicos na indústria, por exemplo, como agente gelificante na indústria têxtil (impressão), papel, produtos químicos (cola, tintas), farmacêutica (laxante, cápsulas, cremes dentais, medicamentos para tratamento da diarreia infantil) e cosméticos (cremes de beleza).

A alfarrobeira é uma árvore selvagem de folha perene que é originária da região mediterrânica e atinge cerca de 10 a 20m de altura. O seu fruto é a alfarroba.

Caracteriza-se por ser semelhante ao feijão, de cor marron escuro e tem folhas paripinuladas com um comprimento variável entre os dez e vinte centímetros, formadas por seis a dez folíolos ovados, inteiros, coriáceos.

Portugal é um dos 3 principais países produtores de alfarroba, sendo a alfarrobeira um elemento importante na paisagem do Alentejo.

Esta árvore de folha permanente é altamente resistente ao calor e à seca e atinge uma altura de 10 a 20 metros e têm uma longevidade de 2 a 3 séculos.

As alfarrobeiras crescem em solos calcários tão bem como em solos arenosos ou argilosos e toleram uma elevada salinidade. Crescem em habitats com pluviosidade escassa e não necessitam de pesticidas. Por isso as alfarrobeiras são naturalmente aptas às exigências da agricultura biológica.

Sendo uma espécie altamente resistente à seca, a alfarrobeira está bem adaptada às condições edafoclimáticas da região Mediterrânica. Estas árvores preferem solos derivados de calcários ou vérticos de basaltos bem drenados e são intolerantes ao alagamento.

O seu sistema radicular profundo pode adaptar-se a uma grande variedade de condições do solo e é bastante tolerante à salinidade.

Em Portugal é cultivada sobretudo no Algarve onde se distinguem desde tempos imemoráveis quatro formas de alfarrobeiras: a mulata, de burro, canela e galhosa, sendo a primeira a mais frequente.

Aos seus frutos dá-se o nome de vagens (alfarrobas), são ricas em açúcar, amido e proteínas, são comestíveis e permanecem fechadas depois de maduras.

Os frutos amadurecem no ano seguinte ao da floração e a sua presença pode coincidir com a floração do ano seguinte.

A vagem do fruto, bem como os caroços (incluindo a semente) são completamente aproveitados na indústria alimentar.

As alfarrobas são comestíveis tanto pelos humanos como pelos animais, é rica em fibras e contém cálcio e ferro. Constitui uma dieta alimentar boa para as crianças.

Informação adicional

Dimensões (C x L x A)10 x 10 x 30 cm
Vaso

Vaso de barro em cor natural tamanho 10

Avaliações

Não existem opiniões ainda.

Seja o primeiro a avaliar “ALFARROBA (Ceratonia siliqua L.)”

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

A sua avaliação sobre o produto

*